ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

quarta-feira, agosto 02, 2006

 

Sem brincadeira

Soube do caso Gisberta à distância, não estava em Portugal na altura. E pelas edições na net é sempre mais complicado seguir as notícias. Mas não custava perceber, não é preciso ler os clássicos da sociologia ou da psicanálise para saber como o universo das crianças é violento.
Ontem, o desfecho foi exemplar. Onze a treze meses para homicidas. Se fosse nos EUA, a Esquerda tinha dito que era culpa do sistema capitalista selvagem e que a condenação era prova do conservadorismo dos juízes nomeados por Bush, mas como foi cá parece que não houve «explicações». Como foi cá, nem uma palavra da nossa estremosa Direita sobre a segurança, as maravilhas da reinserção pelo ensino católico e os valores tradicionais da sociedade portuguesa. Os silêncios são muito reveladores.
No jornalismo, assunto para páginas interiores e segunda metade do alinhamento dos noticiários. Uns artigos de opinião exaltados, perdidos no meio de outros iguais sobre o Líbano, as listas do Fisco e o Benfica. No Verão vamos fazer coisas de Verão, assim questionários sobre bares e praias de sonho no Brasil...
Os jovens erraram, vão de férias uns tempos como todo o país. Uma sentença de mau gosto, sem brincadeira.
CL



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?