ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

sexta-feira, janeiro 06, 2006

 

Retrato

Tudo sempre foi fácil para mim. Toda a minha vida tem sido simplesmente feita de etapas confortáveis e rasgos de sorte. Nunca tive de me esforçar muito para atingir os meus objectivos. Sempre fiz o que quis e obtive o que pedi. Nunca tive grandes desilusões, não vivi uma guerra, não assisti a nenhuma revolução, não tenho lembranças dolorosas ou penosas, não tenho traumas, nunca tive insónias, não penso no futuro. Nunca tive desgostos de amor. Sou novo, sou jovem, as mulheres desejam-me. Nasci predisposto para a felicidade, a boa disposição, a despreocupação. A natureza concedeu-me este talento: viver com a certeza de vencer.



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?