ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

terça-feira, janeiro 10, 2006

 
Não há maior recompensa. Receber mensagens comentando textos, sugerindo ideias, propondo alterações, corrigindo atentados ao rigor. Por causa do Auto-Retrato (Apócrifo) de Manuela Ferreira Leite, recebi esta «carta» de um leitora – professora de biologia – chamando a atenção para alguns erros. Uma das lições que tenho retirado da sociologia (em particular dos trabalhos de Howard Becker) é que toda a actividade, em última análise, é sempre colectiva. E isso até num domínio encarado, por norma, como intrinsecamente individual: a produção intelectual. Um texto tem um autor, depende de um esforço e de um talento individuais. No entanto, o resultado final implica sempre mais gente. Quando um editor, um revisor tipográfico, um amigo, seja quem for, levou o autor a cortar texto, convenceu-o a modificar frases, a trocar de adjectivos, a repensar um argumento, etc., esse texto adquire necessariamente uma dimensão social e deixa de ser única e exclusivamente produto de um ser isolado. Reconhecer isto é tão simples e não custa nada. Publico a seguir a mensagem que me foi enviada por uma leitora que desde há meses tem tido a paciência de conversar com a minha ignorância (se forem ao auto-retrato de Manuela Ferreira Leite, verificarão que as sugestões desta leitora foram seguidas à letra).


João Pedro,

se me permite, chamo-lhe a atenção para dois pequenos aspectos do seu texto («...retrato apócrifo »), menos correctos, em termos científicos. Considero que são, apesar de tudo, pouco relevantes para a "qualidade literária" final, despercebidos e diluídos no objectivo principal (" parodiar-um-estupor-de-mulher"; não será um homem disfarçado?).

1º Os açucares são hidratos de carbono simples, mono ou dissacarídeos, como a glicose, a frutose (maçã e outras frutas), a lactose, entre outros. As fibras também são hidratos de carbono (estruturais), moléculas grandes, complexas, não digeríveis pelos humanos (ex. celulose, lenhina,...). Ao ler o que escreveu, fica-se com a sensação que os hidratos de carb. são um grupo de nutrientes, os açucares outro e as fibras outro- não! Então poderá dizer: «... 22g de hid. de carb., dos quais 16g são açucares e 5g são fibras...» Repare que 16g + 5g = +/- 22g (!)

2º Compara o teor de sais minerais em dois peixes (pescada e bacalhau) mas, normalmente, não se considera o azoto um sal mineral porque ele chega ao organismo via compostos orgânicos (proteínas). Fica estranho afirmar que o bacalhau tem mais azoto. Porque não: «... o bacalhau é mais rico em proteínas que a pescada», ou algo parecido ? (isto resulta da minha "deformação" em biologia, sorry! Não leve a mal...).

Na verdade até acho imensa graça ao ponto de vista biológico dos "cérebros letrados"... da mesma maneira que estes se desfariam em risos, caso eu partisse tijolo no cérebro a tentar escrever poemas...Horror autêntico!

Bem, ri-me com gosto do exagero no limite, especialmente a «despesa no salão de cabeleireiro...» (ela é feia que até dói...) e « comer o ovo...» ( que nojo!...), entre outros.

Leitora identificada



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?