ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

sexta-feira, Novembro 25, 2005

 

Não saber ler

Há pessoas que, embora sabendo escrever, não sabem ler . É que não sabem mesmo. O textinho sobre a Maria Filomena Mónica referia-se a uma entrevista e a uma atitude de fundo, a uma maneira de pensar que é típica de um certo tipo de provincianos, que basicamente dizem sempre a mesma coisa e, ainda por cima, em segundíssima mão. Prefiro ler o Eça, francamente. Um indivíduo que está sempre a dizer que lá fora é que é bom é um provinciano. Ponto. Outra coisa, que julgava estar subentendida (pelo vistos não, a avaliar pelo Luís do Natureza do Mal, que não percebeu ou não quis perceber, é lá com ele), é a atitude de quem fala sobre si próprio naqueles termos. Que o Eduardo Pitta tenha achado o livro notável pela indiscrição com que Maria Filomena Mónica fala dos seus amigos, pessoas ainda vivas e actuantes, é uma coisa. Agora a própria autora chamar a si os atributos, os méritos, ó faz favor. Duas vezes provinciana. E depois aquela coisa, que já nem é provinciana, apenas saloiice, de dizer, quase em tom de ameaça, que emigrava se o livro incomodasse muita gente. É que não há mesmo paciência para esta gente. Nem para esta nem para quem não sabe ler.



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?