ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

sexta-feira, abril 01, 2005

 

O pinto

Era notícia do Expresso de há uns sábados: Sérgio Sousa Pinto é candidato à vice-presidência do Parlamento Europeu.
[Pausa para me agarrar à barriga.]
Quem é Sérgio Sousa Pinto?
Alguns recordá-lo-ão como líder da Juventude Socialista, um dos propulsores da chegada do tema do aborto ao debate na Assembleia, resultando naquele referendo de má memória em que quase nenhum eleitor viu interesse em inscrever uma cruzinha.
Eu, pessoalmente, lembrá-lo-ei sempre como o deputado que errou as seis respostas a seis perguntas níveis “principiante” e “principiante mais” de História de Portugal, num inquérito realizado pelo Independente, anos atrás, em S. Bento. Ou como o grande delfim de Mário Soares e Manuel Alegre que, assim que avistou o poder a cair na direcção dos braços de Sócrates, se lhe juntou como uma mosca à pele suada em dia de sol.
A história conta-se em poucas palavras: António Costa ainda nem sequer tinha tomado posse como ministro e já havia quem estivesse preocupado com o lugar de vice-presidente do hemiciclo de Estrasburgo que deixaria vago. Os 12 eurodeputados socialistas, ao que parece, haviam concordado em colocar Edite Estrela como chefe da delegação e o antigo ministro da Agricultura, Capoulas Santos, no segundo lugar da hierarquia do Parlamento. Mas Pinto, sem aviso prévio, decidiu candidatar-se sozinho. Argumento, entre outros de idêntico calibre: “Uma aspiração legítima e um corolário justo da minha passagem pela política europeia e por esta casa.”
Desculpe, estamos a falar de quem? Do Soares, não é?
Não. Do Pinto.
Deve ser uma coincidência de nomes. Deste tínhamos ideia que tinha 30 e poucos anos e nada provado enquanto político ou qualquer outra coisa.
Alexandre



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?