ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

segunda-feira, março 07, 2005

 

A sumidade da semana

Se o que se quer fazer é falar sobre Portugal com seriedade, usar palavras grandes e conceitos filosóficos; denunciar o atavismo e o provincianismo reinantes; se o que se que pretende é expor, apontar limitações e defeitos; chamar para o combate; se se quer dizer mal da democracia representativa; se se pretende ser certeiro, lapidar e cáustico; e mesmo se o que se pretende é dizer grandes disparates em pose pessimista (como supor que os alemães, depois da II Guerra Mundial, se negaram a inscrever o III Reich e o nazismo na sua existência e na sua história), enfim, se o que se pretende é ser presunçoso, mas em grande estilo, ser um imbecil pomposo, então, o mínimo - o mínimo dos mínimos - é fazê-lo em bom português. Não é o caso com José Gil, em «Portugal, Hoje. O medo de existir». Tanto mais irritante.
O recente unanimismo burro em redor de José Gil resulta dos exactos mecanismos provincianos e abúlicos que José Gil tanto critica. Ele é a sumidade da semana. José Gil faz lembrar aqueles portugueses que vão estudar para «o estrangeiro» e, por cosmopolitismo, decidem que só falam com estrangeiros e não falam com os portugueses que lá estão, porque, afinal, «quando se está fora», falar com portugueses é parolo e provinciano. Portanto, se calhar Gil até tem razão. Afinal, se Portugal não fosse o «Portugal de José Gil», José Gil nunca teria chegado a ser, como é, «José Gil».
Rui



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?