ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

quinta-feira, novembro 18, 2004

 

É proibido proibir

- Pá, viste o post do Alexandre, aqui em baixo?
- Sim...
- Lembrou-me aquela frase do «é proibido proibir».
- Pensei que eras um liberal...de esquerda, com uma costela jacobina, mas liberal...quer dizer, «a liberdade dos outros começa...»
- Sabes o que é que o D. Pedro disse quando chegou ao Porto e não apareceu ninguém para receber o gajo?
- ...
- «Não me obriguem a libertá-los à força!» Não me obriguem a libertá-los à força: e daqui ainda não saímos.
- Pois, mas isso vindo de um gajo que queria casar a filha com o irmão também não surpreende.
- Isso só prova que o casamento é um instituto jurídico, e, lá está, não andará muito longe de um espaço público fechado.
- Pois. Então vai ser proibido fumar dentro dos casamentos, mas só dos casamentos por amor. Repara, afinal, também aí «a liberdade de um começa...» Nos outros casamentos, pode-se.
Rui



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?