ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

domingo, outubro 10, 2004

 

A equipa que arrumou as botas

Vendo a nova selecção em campo, não consigo evitar um sentimento estranho, uma falta de identificação que parece sugerir que não foram Rui Costa, Figo ou todos os outros quem, lentamente, se decidiu afastar, mas a própria Selecção Nacional que, depois de muitos anos ao serviço do País e dos nossos profissionais de futebol, entendeu que estava na altura de se retirar.
Certamente, escapou-me a leitura do comunicado que anunciava estas intenções. Nela, a Selecção recordou com saudade os momentos em que esteve com Eusébio no mundial de 66, com Chalana no europeu de 84, com Secretário, Paula e as suas amigas naquele hotel de Lisboa, enfim, todos os pontos altos de uma longa carreira, que compensaram ter de vestir sempre aqueles calçonitos verdes. E concluía, afirmando que pretendia, agora, dedicar-se mais à família e talvez abrir um restaurante. Os jogadores terão revelado a sua surpresa, mas considerado que a decisão cabia, exclusivamente, à própria e tinha, portanto, de ser respeitada. À boca pequena, ouviu-se dizer que, aqui e ali, a Selecção já vinha deixando indícios de querer deixar de jogar futebol.
Alexandre



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?