ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

terça-feira, agosto 17, 2004

 

O homem-aranha

Uma das piores coisinhas que tem o verão é aquele critério aparentemente comum a todas as distribuidoras cinematográficas. Parece que querem convencer a malta de que o melhor é mesmo comprar um livro e lê-lo na praia, porque ir ao cinema está fora de questão. Uma sucessão de blockbusters infantis que, na melhor das hipóteses, nos deixam deprimidos com a vida que temos, desprovida de efeitos-especiais e louras bombásticas.
Imagino, contudo, que, este ano, pelo menos um homem se tenha revisto e comovido com um desses filmes de verão. Consigo ver Santana Lopes à saída de uma sessão do “Homem-Aranha II”, no cinema Monumental, abatido, e ainda de lágrima no olho.
Afinal, é um filme sobre um trepador solitário, lançador de teias, que tira e põe a máscara, inconstante e dividido entre a sua predestinação de super-herói e os imbróglios da sua vida pessoal. Ainda por cima, também tem problemas com comboios e é mal-amado pela imprensa.
O homem tem de se ter sentido compreendido.
Alexandre



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?