ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

segunda-feira, agosto 16, 2004

 

Mandasse eu no mundo e…

Se num daqueles questionários fechados da imprensa me perguntassem o que faria se fosse primeiro-ministro ou presidente da república ou, de modo mais ganancioso, simplesmente, mandasse no mundo, a minha resposta estaria já engatilhada: enviava Alberto João Jardim para o Iraque, por troca com as tropas da GNR.
Com esta decisão, creio que correria o sério risco de fazer História na política, ao conquistar, pela primeira vez a aprovação de todo o espectro político nacional. Governo, oposição, ilhéus, continentais, familiares dos militares e até aquele senhor que nunca pode desfilar no Carnaval porque o Alberto João lhe fica sempre com o lugar e a fatiota. A Aliança agradecer-me-ia esse reforço do poderio do nosso contingente e até Pacheco Pereira poderia ir, tranquilamente, para a UNESCO porque veria que, afinal, o País estava em boas mãos. Aposto que até os iraquianos ficariam satisfeitos, já que o estilo governativo de Jardim os faria sentir, de novo, em casa.
Para o homem não ir sozinho, até o autorizava a levar o Jaime Ramos. E com esta, garantia, de certeza, a reeleição.
Alexandre



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?