ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

sábado, agosto 14, 2004

 

Isto não é uma lista

Sobre Margarida Rebelo Pinto não tenho, nem nunca terei, provavelmente, grande opinião. Chateia-me um pouco que seja sempre o primeiro nome a sair quando se quer falar de má literatura ou da dita “light”. E o problema é que me parece que quem o diz nunca a deve ter lido, tal como eu nunca a li, porque não faria sentido. Quem a compra e quem a lê são aqueles vastos milhares que a adoram.
Posso afirmar, dentro das certezas possíveis com que fazemos todas as nossas declarações definitivas, que nunca lerei um livro dela. Não porque não goste dela, não porque goste, simplesmente porque há milhões de livros no mundo e muitos milhares deles são fundamentais e o nosso tempo de vida não nos permite ler, sequer, um centésimo desse essencial, pelo que jurei a mim mesmo não perder esse precioso tempo contado a ler qualquer coisa que corra o sério risco de não ser fundamental ou mesmo de ser mau.
De Rebelo Pinto, li, durante uns dois anos, as crónicas que publicava aqui e ali e, honestamente, não as achei más. Tinham a inteligência e o sentido de humor que reconheci na pessoa que encontrei, circunstancialmente, duas ou três vezes. O que me começou a chatear mesmo nela e que, de resto, fez com que até as crónicas deixasse de ler, foi a mania de fazer SEMPRE a porcaria das listas de 10 coisas.
Agora, já não sei se ela é autora de romances ou de crónicas; ela é autora de listas, ela escreve listas e listas e listas de 10 coisas a fazer e 10 coisas a não fazer. Qualquer dia, a mulher faz listas de 10 coisas de que se podem fazer listas e listas de 10 coisas de que não se podem fazer listas.
Não há coincidências? Não há é cu!
Alexandre



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?