ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

terça-feira, julho 20, 2004

 

Onde estão os Pink Floyd quando precisamos deles?

Com toda a honestidade, nunca consegui ter uma opinião formada acerca do conflito israelo-árabe. Não me inclino para um lado nem para o outro. Perdoe-me quem seja, obviamente, pró-Palestina ou, obviamente, pró-Israel, mas não gosto de nenhuma das frentes. Entre pobres e ricos, vítimas e injustiçados da História, terroristas e ditadores, venha o diabo e escolha.
Mas se um dos lados colocar a família no poder é um gesto a que estamos, infelizmente, muitíssimo habituados, já o outro edificar um muro de 600km não. Manda-nos para trás quase um século. Torna anos de acordos, alianças e tratados ridículos. Mostra, enfim, como a História talvez tenha atingido o seu cume a 10 de Setembro de 2001 e, agora, vá andar para trás, até ao tempo em que era normal sacrificar vidas aos deuses.
Hegel dá voltas na campa, mas os argumentistas e realizadores já podem ir pensando em novos enredos sobre famílias separadas, heróicos pintores de muralhas, manifestantes abatidos pelos sentinelas. E Wolfgang Becker numa sequela para o seu belíssimo primeiro filme. "Olá, Lenine!"
Alexandre



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?