ESPLANAR

JOÃO PEDRO GEORGE
esplanar@hotmail.com

sexta-feira, julho 16, 2004

 

Esplanada para maiores de 18

Para fazer justiça ao nome e carácter deste blog, concordámos, aqui e ali, fazer a crítica às esplanadas por onde passamos. Começo, hoje, essa rubrica, não por um sentido de dever, mas pelo puro impulso de descrever o gozo de um desses lugares pacíficos: a esplanada da Cinemateca.
Estava eu sentadinho, tranquilamente, a ler os jornais do dia num café da João XXI, quando irrompeu uma horda de adolescentes que me parecia anunciar o fim do mundo: pediam, em média, um café e três copos de água por cada dez cabeças, gritavam o refrão de um tema dos Black Eye Peas que passava no televisor do sítio, discutiam roupas, contavam os trocos para o combustível da scooter, gozavam uma suposta amiga que lhes ligara dizendo que não apareceria, porque tinha sido convidada para fazer um desfile.
Resisti até ao limite, mas tive de abandonar o lugar antes que acontecesse o genocídio. E fui, rua fora, tentando perceber por que carga de água ainda guardo boas recordações da minha própria adolescência.
E lembrei-me da Cinemateca, do café, da esplanada: sossegada, ainda meio-desconhecida, fresquinha. E flutuei para lá, debaixo do calor de Lisboa, muito snob, armado em adulto e culto.
Perfeito. Só lá estão mais duas pessoas. A Judy Garland canta "Somewhere Over The Rainbow". Uma tela é instalada, em delicioso silêncio, ao ar livre. A tarde não está arruinada.
É tão bom ser grande!
Alexandre



<< Home


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquivo

Julho 2004   Agosto 2004   Setembro 2004   Outubro 2004   Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Fevereiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007  

Outros Blogues

Abrupto
Alice Geirinhas
Álvaro Cunhal (Biografia)
AspirinaB
Babugem
Blasfémia (A)
Bombyx-Mori
Casmurro
Os Canhões de Navarone
Diogo Freitas da Costa
Da Literatura
Espectro (O)
Espuma dos Dias (A)
Estado Civil
Fuga para a Vitória
Garedelest
Homem-a-Dias
Estudos Sobre o Comunismo
Glória Fácil...
Memória Inventada (A)
Meu Inferno Privado
Morel, A Invenção de
Não Sei Brincar
Origem das Espécies
Portugal dos Pequeninos
Periférica
Prazeres Minúsculos
Quarta República
Rui Tavares
Saudades de Antero
Vidro Duplo











Powered by Blogger

This page is powered by Blogger. Isn't yours?